Fotografias de Helena Almeida compradas pela Tate Modern

A Tate Modern comprou uma série de fotografias da artista portuguesa Helena Almeida durante a Frieze Art Fair, em Londres, revelou à Lusa Manuel Santos, director da galeria Filomena Soares, no domingo, no final do evento.

“Pintura Habitada” é um trabalho de Helena Almeida dos anos 1970, no qual combina pintura sobre fotografia a preto e branco, uma técnica que reflecte também o lado de performance usado pela artista ao longo da carreira. 

A compra foi feita à galeria Filomena Soares, a única portuguesa a participar no evento e onde aproveitou para promover outros artistas nacionais, como Ângela Ferreira, Vasco Araújo, José Pedro Croft e João Penalva. 

Participante desde o arranque da feira, em 2003, Manuel dos Santos não sentiu a crise este ano, que considerou “bom” em geral e, no seu caso, foi mesmo “o melhor de sempre em termos de vendas”, afirmou à agência Lusa. 

Imagem da série “Pintura Habitada” comprada pela Tate

Realizada num pavilhão temporário em Regent’s Park, um dos principais espaços verdes da capital britânica, a feira decorreu entre quinta-feira e domingo e é considerada uma das principais a nível internacional. 

Este ano participaram cerca de 170 galerias de 33 países, mas a segunda participante portuguesa, a Marz Galeria, cancelou a presença à última hora por “motivos pessoais” no espaço Frame, para galerias recentes. 

O impacto do número de coleccionadores, galeristas e especialistas que acorrem a Londres é sentido na programação das galerias e museus, que tentam fazer exposições e acontecimentos especiais para esta época, mas também nas obras que são oferecidas nos leilões. 

Por exemplo, a Tate Modern inaugurou na semana anterior uma retrospectiva de Gerhard Richter, que ocupa 14 salas do museu. 

Aproveitando esta projecção, a leiloeira Christie’s oferece anualmente uma selecção de obras de arte contemporâneas e este ano arrecadou 11,9 milhões de euros com “Kerze”, um óleo daquele pintor alemão feito em 1982, e outros valores recorde por obras de Antony Gormley e Martin Kippenberger. 

Na concorrente Sotheby’s foi “Boy’s Head”, um retrato pintado por Lucian Freud em 1958, a estreia de um leilão na semana passada, ao ser arrematado por 3,6 milhões de euros.

Fonte: Público

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s