Polissia (Texto de Inês Silva)

“O essencial é invisível aos olhos, e só se pode ver com o coração”

Antoine de Saint-Exupery em O Principezinho

“As crianças são o melhor do mundo, um sorriso de uma criança preenche um coração”. Frases que ouvimos todos os dias. Que são verdadeiras. Mas quando um sorriso de uma criança que passa por nós na rua esconde uma verdade cruel.

Polisse”, filme francês realizado por Maïwenn, multifacetada actriz/realizadora que interpreta neste filme um papel que chega a ser perturbador pelo silêncio constante, é um conjunto tumultuoso de emoções que retratam a dura realidade da Unidade de Protecção de Crianças da Polícia de Paris.

Baseado em histórias verídicas, o argumento viaja entre casos escabrosos e situações extremamente cómicas, conseguindo transmitir a pesada vivência com que estes polícias acordam todos os dias.

Pedofilia, violação, furto, imigração ilegal e trabalho infantil: alguma das realidades retratadas neste filme, de uma forma não visual, mas com palavras que magoam, que chocam. Ninguém consegue perceber como um empresário de sucesso sente prazer com a filha de onze anos, ninguém consegue entender como uma mãe imigrante abandona o seu filho para que este tenha um lugar quente para dormir. Mas esta realidade existe. Está presente em todos os locais, extractos sociais e idades. Apenas não é visível. Não está estampada na cara de quem sofre.

As personagens estão muito bem caracterizadas, pessoas que conseguem apesar de tudo amar aquilo que fazem, achar que podem não salvar, mas melhorar o mundo. Conseguem rir e chorar, vivem para aqueles com quem trabalham e partilham a verdadeira família.

A fotografia é excelente, o argumento bem estruturado e a banda sonora acompanha o ritmo.

“Como a polícia conseguiu encontrar um equilíbrio entre sua vida privada e da realidade que eles enfrentam todos os dias?”

Não aconselhável a quem não aguenta filmes pesados e reais.

Final surpreendente.

Acredito ter sido a minha primeira surpresa cinéfila de 2012.

Ficha Técnica

Realizador: Maïwenn

Argumento: Emmanuelle Bercot; Maïwenn

Actores: Karin Viard; Joey Starr; Marina Foïs; Nicolas Duvauchelle; Maïwenn; Karole Rocher; Emmanuelle Bercot; Frédéric Pierrot

Produtor: Alain Attal

Fotografia: Pierre Aïm

Banda Sonora: Stephen Warbeck

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s