Há uma academia de música à solta pelos monumentos e clubes do Porto

Os ingleses Plaid vão explicar o seu percurso pelas músicas electrónicas. Mas, hoje e amanhã, haverá muito mais para experimentar na Red Bull Academy Porto Hub 2012.

Há muitas maneiras de viver uma cidade. Por estes dias, no Porto, pode-se embarcar para uma viagem no teleférico de Gaia e ter uma nova visão do fado, ouvindo uma série de cruzamentos com electrónicas, ou ouvir uma explosão de subgraves a partir da Torre dos Clérigos, ou ainda passar pelo Mercado do Bolhão e, por entre os pregões, o peixe fresco, as frutas e os legumes, descobrir um moderno estúdio de rádio. 

Estas actividades pertencem ao evento Red Bull Music Academy Porto Hub 2012, que procura recriar, em miniatura, o espírito singular da Academia Red Bull, um acontecimento internacional em torno das músicas urbanas que todos os anos se realiza numa cidade diferente do mundo. Este ano será a vez de Nova Iorque. 

A sede, no Porto, é a Pensão Favorita, que acolhe conversas com artistas locais – hoje, Voxels -, para além de concertos à hora de almoço e sessões DJ ao lanche. Para o evento, foram convidados vários talentos emergentes portugueses, entre produtores, músicos, cantores e DJ, para partilharem as suas experiências. Mas há também algumas figuras internacionais, já com percurso consolidado, como o americano James Pants – que hoje será o anfitrião de uma sessão de improviso com os portugueses HHY, no Passos Manuel (às 24h) – ou a dupla inglesa Plaid. Estes últimos dão amanhã uma palestra, no Hard Club (às 16h), onde falarão do seu já longo percurso, iniciado no início dos anos 90. 

Andy Turner e Ed Handley criaram os Plaid em 1991, depois de terem feito parte de várias formações de relevo das electrónicas abstractas, como os Black Dog. Ao lado de outros nomes relevantes, como os Autechre ou Aphex Twin, os Plaid contribuíram para tornar a Warp na editora europeia mais relevante das músicas electrónicas dos anos 90, apostando num tipo de som sofisticado, ao nível dos ritmos e das melodias. 

Ao longo dos anos, colaboraram com cantoras como Bjork ou Nicolette, mas, apesar de não recusarem a feitura de canções, a sua música é predominantemente instrumental. O seu último álbum, Scintilli, foi editado no ano passado, e é também sobre a sua feitura que falarão em Portugal. Um disco que pôs fim a um hiato de oito anos sem discos novos. “Não editámos material original, mas trabalhámos em bandas sonoras para filmes [duas longas-metragens do realizador Michael Arias], concretizámos uma série de colaborações e, acima de tudo, respirámos e voltámos a sentir vontade em criar música que nos devolvesse o prazer que havíamos perdido”, diz ao PÚBLICO Andy Turner. 

As duas bandas sonoras acabaram por resultar em processos de trabalho muito diferentes do que era hábito, explica ainda: “É uma experiência diferente daquela que exige compormos a nossa própria música. Temos que ter em atenção a visão e os ambientes de outra pessoa, é um processo de negociação, mas tivemos sorte porque Arias é alguém que nos conhece bem. Queremos criar mais bandas sonoras no futuro.”

Como muitos agentes das electrónicas, ao vivo, a dupla não dispensa as imagens. “A experiência visual acaba por ser muito importante, se tivermos em atenção que o público se foca em alguém, do qual recebe pouco estímulo físico. Aliás, na maior parte das vezes, nem percebe muito bem o que se passa em palco. Hoje em dia, existem cada vez mais possibilidades de sincronização entre música e imagens e esse é um terreno muito estimulante que é possível explorar nos próximos anos.”

No sábado à noite, na festa de encerramento, no clube Pitch, os Plaid terão oportunidade de se mostrar em concerto. Ao lado de James Pants e de uma série de outros nomes portugueses como Maze, Capicua, Amazonas ou Ghuna Gangh, revisitarão 20 anos de carreira dedicados à música electrónica mais aventureira.

Fonte: Público

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s