Pingo Doce, do boicote à enchente!

Naquele que se aguardava, como um dia de luta e contestação, eis que todos os holofotes se viram para… o Pingo Doce!

A cadeia de supermercados do Grupo Jerónimo Martins, decidiu esta Terça-feira, dia 1 de Maio, criar uma campanha que (para além daquilo que daqui a pouco escreverei), limpou as prateleiras do supermercado um pouco por todo o país.

Pessoalmente, soube que algo se passava algo no Pingo Doce ao fim da manhã, através de alguns posts no facebook, mas sem saber ao certo o que se estava a passar. Ao sair de casa, deparei-me com dois supermercados da cadeia e o cenário era o mesmo, óbvio que me despertou a curiosidade, saciada por um simpático empregado de café que gozava com a situação.

Sem qualquer aviso prévio, campanha publicitária ou algo do género, as lojas do Pingo Doce abriram hoje com cartazes a anunciarem um desconto de 50% da conta final, em compras superiores a 100€.

Os primeiros clientes a chegar foram apanhados de surpresa, mas não deixaram de aproveitar a oportunidade e, ou usando as novas tecnologias, ou boca-a-boca, a mensagem foi passando, como uma verdadeira campanha viral.

Ao final da manhã, o caos estava instalado nas lojas do Grupo Jerónimo Martins. Sim, o caos, acho que é a melhor palavra para descrever a situação.

Atropelamentos, feridos e muita, muita confusão foi o que se pode ver em cada uma das lojas do grupo. A polícia e os seguranças à porta iam tentando manter as filas o mais ordeiras possível, o que nem sempre conseguiram. Os carrinhos pareciam desaparecer, e era ver famílias inteiras carregando sacos e sacolas, correndo de um lado para o outro pegando em tudo, do mais indispensável, ao completamente ridículo.

Os 100€ que davam lugar ao desconto imediato, rapidamente se foram multiplicando e as caixas iam marcando 200, 300, 400€, ou mais.

Um comportamento já de longe estudado pela Psicologia, o pensamento do cliente é um: “quanto mais gastar mais poupo”, e assim 100 passam a 200, 300 ou 400€. Óbvio que, quem faz tal promoção, já prevê este comportamento (assumindo ou não que o prevê), logo, e tendo em conta a crise que vivemos, pode ser visto como um aproveitamento. No entanto, mais do que criticar quem promove, critiquemos quem não tem cabeça fria para se acalmar e pensar se realmente precisa comprar este ou aquele artigo.

Depois de ver os noticiários na televisão, confirmei o que já sabia, o português ou é burro ou masoquista. Pior, só quem é um de ambos e ainda vem criticar, dizendo coisas como, “isto é publicidade enganosa” e, “as filas demoram 3 horas, é uma vergonha”. Eu pergunto, mas esta gente tem juízo?

Bastava chegar próximo de um Pingo Doce, para perceber que uma ida às compras não levaria menos de 5 horas, então, para quê entrar se não se está disposto a esperar?!?!

Após ter estado num turbilhão de críticas, quando decidiu mudar parte da sua base operativa para a Holanda, esta terá sido uma tentativa do Pingo Doce de retomar o “bom caminho” na boca do fogo mas, vendo bem as coisas, “o feitiço virou-se contra o feiticeiro”, e o Pingo Doce foi novamente alvo de muitas e duras críticas.

Criticas, muitas e duras, foram também as que se ouviram para Soares dos Santos, o dono da cadeia, pelo facto de não ter fechado no 1º de Maio. Quanto a este facto nada tenho a apontar, a empresa é privada portanto, a situação de feriados e pontes é gerida lá dentro, sem que ninguém tenha que se meter.

Acho piada não ver os senhores dos sindicatos a criticar os órgãos de comunicação social por não encerrarem neste 1º de Maio… Claro que não lhes convém, gostam sempre de mais uma foto, ou uns segundos num jornal televisivo, esbaforindo e reproduzindo a cassete já com a fita meia gasta.

Quanto a mim, não, não fui ao Pingo Doce e até precisava mas, 16 cápsulas de café não merecem horas de espera em filas e uns quantos encontrões.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s