Fátima vai receber “Cristoteca”, uma discoteca cristã

Proporcionar aos jovens uma “diversão santa” durante a noite é o objectivo da «Cristoteca» – um espaço de dança que não esquece a oração e a evangelização. Ideia que foi concebida pela Aliança de Misericórdia, comunidade católica originária do Brasil, está a dar os primeiros passos em Portugal.

Para Carlos Marques, da Kerygma, esta iniciativa visa cativar os jovens para um convívio cristão, saudável, “sem bebidas, consumos e extravagancias que normalmente acontecem nas discotecas normais”.
Em entrevista à Agência ECCLESIA, Vanessa Bueri, missionária brasileira da Aliança de Misericórdia, referiu que o conceito pretende cortar com a visão “muito quadrada” que os jovens têm da Igreja.

À imagem do que acontece em todas as «Cristotecas», a que se vai realizar no próximo dia 18 de julho, em Fátima, começará com a missa, às 20 horas. A pista de dança, que abrirá uma hora mais tarde, será servida por «Cristodrinks», bebidas sem álcool. As entradas são gratuitas e não há consumo obrigatório.

Durante a noite, far-se-á a “evangelização corpo a corpo”: “abordamos os jovens enquanto eles dançam e se divertem, para poder falar um pouco de Deus com eles”, refere a missionária. Quem o desejar, poderá participar no dia seguinte num encontro espiritual e formativo promovido pela Comunidade Canção Nova.

O local onde decorrerá a iniciativa – Centro Pastoral Paulo VI – obriga ao seu encerramento à meia-noite e meia, correndo-se o risco de os jovens partirem para outras discotecas: “Ficamos tristes por terminar nesse horário e por não termos condições para continuar pela madrugada”, à semelhança do que sucede no Brasil, em que o fecho não ocorre antes das 5 horas. Para Vanessa Bueri “é preciso proporcionar uma experiência de tal maneira intensa, que os jovens não tenham vontade de ir para outros espaços de diversão.”

Para que este “trabalho de formiguinha” crie raízes, é preciso encontrar um local fixo, onde os jovens se possam dirigir todos os fins-de-semana, à semelhança do que acontece em S. Paulo.

Até lá, a «Cristoteca» realiza-se onde é possível. Recorde-se que no passado dia 13 de junho, o Café Cristão, no Seixal, onde recebeu cerca de 90 pessoas, naquela que foi a primeira iniciativa na zona de Lisboa. “Os jovens gostaram bastante. Alguns, que nunca tinham frequentado a Igreja, ouviram o barulho e entraram, sem se aperceberem que era um local cristão; e lá dentro, falámos de Deus para eles”, referiu Vanessa Bueri, que acrescentou: “nós sentimos que a «Cristoteca» tem a particularidade de ser uma rede que atiramos no meio do mar para poder pescar essas pessoas para Deus”.

Fonte: 100-dj.pt

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s