Restauradora do “Ecce homo” exige direitos de autora

Um mês depois do famoso “restauro”, Cecilia Giménez quer o direito de autoria.

Cecilia Giménez considera que lhe são devidos direitos autorais a partir do momento em que a Fundação Hospital Sancti Spiritus, proprietária do santuário onde está exposta a pintura, começou a cobrar pelo acesso ao templo na consequência do enorme interesse demonstrado na nova versão, informa o jornal El Mundo.

O mesmo jornal revela que a bilheteira foi instalada há quatros dias e as receitas já foram de 2.000 euros.

Ainda segundo o El Mundo, esta situação perturbou a restauradora e a sua família. O caso está agora nas mãos dos seus advogados, com o objectivo de conseguir uma compensação da Fundação.

Durante este mês, a Fundação registou a propriedade sobre o fresco e convocou um concurso internacional de pintura de temática religiosa.

Desde o conhecimento público dos retoques amadores à pintura do século XIX que decora o santuário da Misericórdia, na cidade de Borja, Saragoça – e que a tornou a irreconhecível – que não se parou de falar no assunto e de satirizar o acontecimento.

Fonte: Público

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s