Miguel Gomes preside ao júri da Semana da Crítica de Cannes

Miguel Gomes, que se tem destacado internacionalmente no último ano com Tabu, foi o escolhido para presidir ao júri da Semana da Crítica do Festival de Cannes, uma secção paralela que tem como objectivo divulgar novos talentos.

O realizador português sucede assim ao cineasta francês Bertrand Bonello que no ano passado entregou o grande prémio da crítica a Antonio Méndez Esparza com o filme Aquí y Allá. Em comunicado, a organização da secção justificou a escolha de Miguel Gomes escrevendo que o realizador “encarna perfeitamente” a missão desta secção, sendo a pessoa certa para ajudar a “descobrir novos autores através de uma primeira ou segunda obra e revelá-los no panorama internacional”.

No mesmo comunicado, Miguel Gomes revela estar “orgulhoso” por poder ajudar um filme que ainda não estreou. “Embora esteja prestes a terminar uma curta-metragem e em preparação para a próxima longa-metragem, esta é uma experiência à qual não posso resistir”, acrescentou o realizador.

Este será assim o regresso de Miguel Gomes a Cannes, depois de em 2008 ter estreado Aquele Querido Mês de Agosto na Quinzena dos Realizadores, uma outra secção paralela do mais importante festival de cinema.381491

O realizador sublinha ainda que como presidente do júri desta secção será “democrático e aberto”. “Todos os filmes propõem um pacto com o espectador, devem ser capazes de projector o seu próprio universo, a sua própria sensibilidade. Vou tentar encontrar este caminho nestas primeiras obras”, sublinha Miguel Gomes, considerado pela organização da Semana da Crítica como um “modelo para a nova geração de cineastas internacionais”.

Para a entrega do prémio, Miguel Gomes não estará sozinho. O júri será ainda composto por quatro jornalistas internacionais, cujo nome não foi ainda anunciado.

No ano passado, João Pedro Rodrigues, realizador de Morrer Como Um Homem e de A Última Vez que Vi Macau, foi o escolhido para presidente de júri das curtas-metragens desta secção. Para a edição deste ano ainda não foi anunciado o sucessor.

A Semana da Crítica do Festival de Cannes foi fundada em 1962 pelo Sindicato Francês dos Críticos de Cinema e é a mais antiga das secções paralelas do Festival de Cannes. Nela são apresentadas primeiras e segundas obras de realizadores de todo o mundo. Neste momento ainda está a decorrer a fase de candidaturas, pelo que os filmes em competição serão anunciados apenas na segunda semana de Abril.

A edição deste ano acontece entre os dias 16 e 24 de Maio, em paralelo com o Festival de Cannes, que também já conhece o seu presidente de júri. O realizador norte-americano Steven Spielberg foi o escolhido para entregar a Palma de Ouro, a 26 de Maio.

Fonte: Público

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s