Arquivo da categoria: Desporto

Emanuel Silva e João Ribeiro sagram-se campeões do mundo de canoagem em K2 500

Emanuel Silva e João Ribeiro sagraram-se este domingo campeões do mundo de K2 500 metros, em Duisburgo, na Alemanha, fazendo história na canoagem portuguesa com o primeiro título mundial.

A dupla portuguesa conquistou a medalha de ouro ao terminar a prova com um tempo de 1m32,662s, superando a dupla da Bielorrússia, formada por Raman Piatrushenka e Vadzim Mkhneu (1m32,711s), e da França, constituída por Sebastien Jouve e Maxime Beaumon (1m33,023s), medalhas de prata e bronze, respectivamente.

A quarta medalha da história da canoagem em Mundiais – três delas já no “reinado” do seleccionador Ryszard Hoppe – surge num momento conturbado da modalidade, uma vez que Fernando Pimenta e Teresa Portela prescindiram da selecção: o limiano por não competir em K1 e a atleta do Benfica incompatibilizada com a equipa técnica.

794868

Fonte: Público

A festa de Michelle diante Sharapova

Aos 20 anos, Michelle Brito alcançou esta quarta-feira vitória histórica no prestigiado torneio de Wimbledon, ao derrotar a russa Maria Sharapova, atualmente terceira classificada do ranking mundial. Michelle Larcher De Brito of Portugal reacts after beating Maria Shar

Uma grande surpresa, selada ao cabo de uma hora e 34 minutos no court número 2 do complexo All England Club, ao fim ao cabo não é todos os dias que Sharapova perde, muito menos diante de uma jogadora que ocupa atualmente a posição 131 do ranking WTA.

É verdade que a russa apresentou problemas físicos, chegou a pedir time out para ser assistida, mas nada poderá tirar brilho ao feito da jovem portuguesa, que recebeu muitos aplausos do público presente e fez questão de os agradecer de forma quase incrédula.

Fonte: A Bola

O ano do TRI(z)

A certa altura do ano competitivo, Jorge Jesus (JJ), falou de uma “época de sonho”, mas no final tornou-se numa época de pesadelo.

É sabido que a alma, ou ego como prefiro chamar, benfiquista é muitas vezes maior que o próprio corpo do adepto, são o maior clube do Mundo, em número de sócios, leia-se. Esse ego leva o benfiquista a imaginar que tudo é possível…

Quando em 2010 foi campeão, JJ disse que dali em diante já ninguém parava o Benfica, a Liga dos Campeões da época seguinte era o próximo objectivo porque, internamente, não havia adversário à altura… terminou o campeonato a 21 ponto do primeiro lugar…

Este ano, embuídos desse espírito, os egos das águias voltaram à ribalta e eis que de súbido, já eram campeões, a Taça de Portugal já estava arrumada e a Liga Europa, também não era assim tão impossível, a Tripleta estava garantida!

Confesso que, depois do jogo contra o meu Sporting, cheguei a afirmar que lá seriam campeões… principalmente pela arbitragem, estava escrito que o Benfica seria campeão mas, eis que o Estoril, a equipa sensação, arranca um empate e a águia treme.

Pouco tempo passou até ao desmoronar dos castelo… 1-2 no Dragão e 1-2 em Amsterdão, contra o Chelsea, ambos os jogos, perdidos no minuto 92 do jogo, que se revelaram uma facada nesse ego, até porque, pelo menos iam poder festejar a Taça de Portugal. Mal por mal, lá se terminava a época em grande  e garantia um arranque da próxima época com um jogo contra o Porto, que sim, lá tinha conseguido o seu Tri…campeonato

Hoje, todos os elementos estavam lá, a verdadeira festa da taça, como deve ser, sol, bom ambiente, churrascos, música e claro, o ego benfiquista. Mas esqueceram que o ego vimaranense é tão ou mais forte, apesar de bem mais pequeno em número. No final, chapa 3… 1-2 para o Guimarães, não foi aos 92 mas foi perto do final. ’79 e ’81, foram os minutos dos golos. JJ não caiu de joelhos mas chorou aos ’92 e, já depois do apito do árbitro, ainda teve tempo para ouvir as reclamações de Cardozo, com um empurrão pelo caminho.

Se, depois do jogo do Chelsea, JJ foi aclamado pelos adeptos, hoje soltaram a raiva e o trinador foi o principal visado nos insultos dos adeptos.

Terminou assim a época da águia, foi por um triz que conquistaram a tripleta mas…

Mas falando em “triz” e “tris”, não posso deixar de expressar a minha tristeza, pelo momento triste que alguns dos jogadores do Benfica demonstraram, ao não ficarem para assistir à entrega do troféu ao Vitória de Guimarães. Os “maiores do Mundo” tornaram-se pequeninos, muitos pequeninos.

A Luz volta a arder, mas desta vez as labaredas não são visíveis 😉

benfas

Bye bye Ferguson, Hello… Mourinho?!?

Falar de Alex Ferguson é, obrigatoriamente, falar do Manchester United.

Durante os 27 anos em que foi treinador dos Red Devils, Ferguson conquistou 13 campeonatos, 5 Taças de Inglaterra, 4 Taças da Liga inglesa e 7 Supertaças inglesas. A nível internacional, liderou o Manchester United na conquista de 2 Ligas dos Campeões, 1 Taça dos Vencedores das Taças, 1 Supertaça europeia, 1 Taça Tntercontinental e 1 Mundial de clubes.

Na hora de sair, foi o próprio treinador a anunciar a decisão no site oficial do clube escrevendo: “A decisão de me retirar foi muito pensada e seguramente não foi tomada de ânimo leve. Este é o momento certo para sair”.

Quem gosta de futebol, reconhece em Ferguson o expoente máximo deste desporto.

Sir-Alex-Ferguson

Será esta a deixa para Mourinho regressar a Inglaterra?!?

Prémio da Maior Onda Surfada do Mundo vai para…

Depois de, no ano passado, as atenções se terem centrado em Garret Mcnamara, e a onde que surfou na Nazaré, este ano o prémio ficou nos EUA, nas mãos de Shawn Dollar.

António Silva, surfista português que também surfou uma onda gigantesca na Nazaré, também estava nomeado para os prémios Billabong XXL Global Big Wave, mas não ficou colocado no lote dos três finalistas de onde saiu o vencedor.

Na categoria de Maior Onda Surfada do ano estavam ainda nomeados o havaiano Kealii Mamala, com uma onda surfada na Nazaré, o brasileiro Danilo Couto, e o havaiano Shane Dorian. Shawn Dollar venceu com uma onda surfada em Cortes Bank, na Califórnia.

Os Billabong XXL são considerados os Óscares do surf.

A cerimónia decorreu no Grove Theater, em Anaheim, nos Estados Unidos.